Sobre o conteúdo do meu Moleskine

Aqui tem de tudo, é um moleskine mesmo. A diferença é que ele vai no meu bolso e no seu também, pois você pode comentar à vontade.


Obrigado pela visita e um abraço!



Dodge Dart 1975

Esse final de semana fui a Volta Redonda passar meu aniversário com a minha mãe. Chegando lá, um Dartão branco parado em frente. Eu hein!!! Eu olhei e de cara reconheci a placa: IP-0111. Pronto, esqueci que tinha mãe, fiquei ali rodeando e cheirando esse velho amigo meu. Esse carro era do pai de amigos meus de infância, e eu já andei muuuitas vezes nele.

Olha o bichão aí!!! Esse carro sempre teve vidro fumê. Muito chique. Nada de películas!


Olha a placa, ainda amarela!

A lateral super charmosa, com as letrinhas originais.

É do Brasil!!!

Repare que a última licença (plaqueta) é datada de 1982, e tem um desenho homeageando a "Auto Estrada Lagoa Barra". Lembra das velhas plaquetas???

De repente chega o Fernando, o dono. Descobri que ele é amigo do meu irmão mais novo. Pronto, minha festa de aniversário tinha acabado de começar, ali mesmo. Conversamos muito sobre o carro, entrei dentro, senti aquele cheirinho característico, e o papo rolou solto. Matei a saudade.
Quando ele viu que eu estava fotografando, tratou de pegar as impecáveis calotinhas e... rs rs rs

Olha que bacana!!!



É bom sentar nessa posição!



O documento do Dodge ainda consta o nome do Dr. Zaidan, o primeiro proprietário.
Hoje o carro está sendo todo restaurado e tem tudo para ficar zerado.
Belo reencontro!



5 comentários:

  1. Lindas as fotos. Agora, as calotinhas são medo de quê? Furto? Ou que caiam? Se é o de serem ejetadas no primeiro borrachão, usa dois pingos de silicone.
    E guarda a plaqueta vermelha, tão parte do carro como se fosse o motor!
    Feliz aniversário, Fávio!
    Abraço, Nik.

    ResponderExcluir
  2. Nik, medo de perder, obviamente. Mas eu acho que nem é isso, as rodas estavam com pinta de recém pintadas. Aliás, o carro foi pintado recentemente e ainda está em processo de montagem. Lindão o danado. Gostei muito de saber que aquele Dodge está vivo.

    ResponderExcluir
  3. opa!! o carro é meu!!
    Flávio, obrigado pela matéria!
    sobre as calotas...
    então, de fato eu havia acabado de montar as rodas que estavam saindo da pintura. Não tinha "tido tempo" de por as calotas! olha, não sei de outros Dodges mas essa aí não cai sozinha não!!! é complicado até tirar!! já fiz um borrachão levinho e ela resistiu!!!
    abraço!!!

    ResponderExcluir
  4. Legal Fernando! Com certeza esse Dodge vai te dar muitas alegrias, continue cuidando bem dele. Se precisar de algo, estamos aí!

    Abraço e não suma aqui do blog.

    Flávio.

    ResponderExcluir

Faça seu comentário a respeito dessa postagem.